quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Prefeito Helder anuncia anistia.

O Prefeito Helder Barbalho anunciou, em seu blog, anistia de juros e multas para os tributos municipais, veja abaixo:
PMA autoriza pagamento de débitos municipais sem juros
Os contribuintes de Ananindeua que estão em débito com os tributos municipais podem quitá-los à vista com 100% de desconto dos juros e multas. Aproveite essa oportunidade que estamos dando, quite seu débito e inicie 2013 sem dívidas.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

16ª escola entregue pelo Prefeito Helder Barbalho









 
Os moradores do bairro de Águas Lindas receberam, na manhã de hoje, uma nova Escola Municipal. A Escola Belo Saber Ananin vai atender 360 estudantes do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e foi criada a partir de uma parceria entre a Associação de Moradores do Conjunto Habitacional Júlia Seffer (Achajus) e a Prefeitura de Ananindeua.
Em oito anos de mandato, essa foi a 16ª escola entregue pelo Prefeito Helder Barbalho, e até o final de 2012, mais cinco Centros de Referência em Educação Infantil serão inaugurados. “Nós entendemos que por meio da educação é possível melhorar, também, a qualidade de vida da população. Por isso, me sinto extremamente feliz em poder estar inaugurando mais uma unidade de ensino, de qualidade”, afirmou Helder Barbalho.


Comemoração pelos 30 anos do Jornal DIÁRIO DO PARÁ

Uma grande festa, que reunirá empresários, autoridades e políticos, marca na noite de hoje a comemoração pelos 30 anos do Jornal DIÁRIO DO PARÁ e a homenagem da Associação de Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil – Seção Pará (ADVB-PA) ao diretor-presidente do jornal, Jader Barbalho Filho, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. O empresário foi aclamado em maio deste ano “Personalidade de Marketing 2011/2012”, em votação que reuniu associados da entidade. A premiação é a mais importante do Estado no segmento de marketing.
A cerimônia começa às 20h com show do grupo Charme de Choro, fazendo a ambientação. Às 21h30, será exibido um vídeo institucional sobre os 30 anos do DIÁRIO. Em seguida, acontece a cerimônia de condecoração do prêmio Personalidade de Marketing. Será, então, servido jantar assinado pela renomada chef Wânia Martins. Por fim, virá o show de Emmerson Nogueira. A decoração é de Lúcia Carvalho e instalações da artista plástica Roberta Carvalho.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Só de cota, Papão embolsará R$ 2 milhões na Série B

Por mês, o Paysandu passará a receber R$ 250 mil



Enquanto os torcedores bicolores seguem festejando o acesso à Série B do campeonato brasileiro por conta da paixão pelo clube, dirigentes e candidatos a dirigentes alvicelestes festejam a temporada de 'vacas gordas' que a Segundona dará ao Bicola. Ao todo, só de cota de televisionamento, o Paysandu ganhará R$ 2 milhões.

O pagamento da cota é realizado em forma de parcelas, assim, durante as 38 partidas, o Papão pegará R$ 250 mil por mês de campeonato, que tem duração de 8 meses. Vale lembrar, porém, que, do total de R$ 2 milhões, o líquido ficará em torno de R$ 1,8 milhão, e das parcelas pagas por jogo chegarão limpo R$ 225 mil, por conta dos descontos de 5% de direito de arena e 5% de INSS.

Além deste 'bônus' pela participação na Série B, o Papão deixará de receber somente um apoio e passará a ter viagens e hospedagens totalmente pagas pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Esse benefício custou à CBF, em toda a Série B, R$ 13,5 milhões em 2012.

Ex-presidente da Alepa e mais cinco servidores tem os bens bloqueados pela Justiça

Os bens do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) Mário Couto Filho e dos servidores da Alepa, Dirceu Pinto Marques, Sandra Lúcia Feijó, Sandro Sousa Matos, Jorge Kleber Serra e Sérgio Duboc Moreira ficarão indisponíveis. A decisão é do juiz da 1ª vara da Fazenda Pública de Belém, Elder Lisboa, que decretou liminarmente nesta segunda-feira (12).


O juiz considerou que o Ministério Público juntou farta documentação e depoimentos que comprovam a prática de atos de improbidade administrativa e de lesão ao dinheiro público. Para o magistrado, a restrição de bens é uma forma de garantir um futuro ressarcimento. 'A tardia prestação jurisdicional em sede de liminar poderia acarretar a dilapidação do patrimônio, porventura, obtido pelos requeridos por fruto das práticas apontadas pelo Ministério Público, caracterizando a difícil reparação do erário público', finalizou Lisboa.

O caso - Todos os réus eram acusados de desviar, por meio de um esquema que fraudava as licitações de obras, mais de R$13 milhões de reais do erário. O Ministério Público também incluiu na ação os servidores Haroldo Martins e Silva, Cilene Lisboa Couto Marques, Rosana Cristina Barletta de Castro, Augusto José Alencar Gambôa e Daura Irene Xavier Hage.

O esquema consistia em uma série de fraudes nas licitações na Comissão Especial de Licitação de Obras (Celo/Alepa), entre o período de 2004 até janeiro de 2007. Ao todo, foram identificadas fraudes 101 procedimentos licitatórios para a contratação de serviços de engenharia no único prédio daquele poder e que, no período apontado atingiu o montante de R$13.310.502,72.

As fraudes identificadas pelos promotores de justiça Nelson Pereira Medrado e Arnaldo Célio da Costa Azevedo incluíram a montagem e o direcionamento das licitações. Assinaturas eram falsificadas e empresas que sequer haviam tomado conhecimento dos processos licitatórios apareciam como participantes. Com isso, acontecia o favorecimento de pessoas e empresas, causando uma grande sangria no erário.

Com informações do MPE

Prefeitura inaugura mais uma Escola!


domingo, 11 de novembro de 2012

PAPÃO ALAGOU SECADORES