sexta-feira, 1 de julho de 2011

Abraço especial

Hoje nosso abraço especial segue para o amigo Dr. Paulo Sérgio Gomes, Secretário de Saneamento de nosso Município, que está comemorando nova idade no dia de hoje.



Receba os sinceros votos de muita paz, saúde, sucesso!!!!


Abraço, Felipe Ericeira

quinta-feira, 30 de junho de 2011

80.000

Acabamos de atingir o expressivo número de 80.000 visitantes. Obrigado galera. Tem mais neste mês de Junho recebemos 6.652 acessos

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Evento aborda necessidades de municípios paraenses


O ministro Wellington Moreira Franco, da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, será um dos principais palestrantes do II Congresso Paraense de Municípios, promovido pela Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará (Famep), suas associações e consórcios, amanhã, sexta e sábado, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. O evento reunirá prefeitos, vice-prefeitos, parlamentares, secretários e técnicos municipais e estaduais e sociedade civil. Até ontem já havia 537 inscritos, entre eles mais de 70 prefeitos de várias regiões.

Além de falar sobre “Política nacional e o novo marco jurídico da regularização fundiária: impactos e desafios para o desenvolvimento dos municípios paraenses”, Moreira Franco lançará, em primeira mão, o Guia para Regularização de Escrituras e Casas na Região Amazônica, que contém procedimentos para que os municípios obtenham o domínio de suas áreas urbanas e, posteriormente, repassem os documentos que legalizam a propriedade ou posse dos que hoje habitam e trabalham nas cidades.

O guia explica o que é a regularização fundiária, destacando o fato de que os moradores que residem em terrenos sem o documento definitivo se tornam seus legítimos ocupantes ou proprietários, garantindo dessa forma a segurança da moradia.

“Muitos prefeitos não têm o domínio de todo o processo e com este guia o gestor saberá desde quando é feito o requerimento de doação, passando pelo cadastramento, até a regularização em si”, ressalta o prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho, que preside a Famep. O lançamento do guia será amanhã, às 14h.

No Congresso, a Famep apresentará a Agenda Municipalista e lançará o livro “Seminários Regionais para o Desenvolvimento Integrado”. Os documentos foram formulados a partir das proposições feitas pelos prefeitos paraenses que participaram dos seminários de mesmo nome, promovidos pela Federação, de janeiro a março deste ano, nas doze regiões de integração do Estado.

O Brasil tem o carro mais caro do mundo. Por quê?

O Brasil tem o carro mais caro do mundo. Por quê? Os principais argumentos das montadoras para justificar o alto preço do automóvel vendido no Brasil são a alta carga tributária e a baixa escala de produção. Outro vilão seria o alto valor da mão de obra, mas os fabricantes não revelam quanto os salários - e os benefícios sociais - representam no preço final do carro. Muito menos os custos de produção, um segredo protegido por lei.

A explicação dos fabricantes para vender no Brasil o carro mais caro do mundo é o chamado Custo Brasil, isto é, a alta carga tributária somada ao custo do capital, que onera a produção. Mas as histórias que você verá a seguir vão mostrar que o grande vilão dos preços é, sim, o Lucro Brasil. Em nenhum país do mundo onde a indústria automobilística tem um peso importante no PIB, o carro custa tão caro para o consumidor.

A indústria culpa também o que chama de Terceira Folha pelo aumento do custo de produção: os gastos com funcionários, que deveriam ser papel do estado, mas que as empresas acabam tendo que assumir como condução, assistência médica e outros benefícios trabalhistas.

Com um mercado interno de um milhão de unidades em 1978, as fábricas argumentavam que seria impossível produzir um carro barato. Era preciso aumentar a escala de produção para, assim, baratear os custos dos fornecedores e chegar a um preço final no nível dos demais países produtores.

Pois bem: o Brasil fechou 2010 como o quinto maior produtor de veículos do mundo e como o quarto maior mercado consumidor, com 3,5 milhões de unidades vendidas no mercado interno e uma produção de 3,638 milhões de unidades.

Três milhões e meio de carros não seria um volume suficiente para baratear o produto? Quanto será preciso produzir para que o consumidor brasileiro possa comprar um carro com preço equivalente ao dos demais países?

Segundo Cledorvino Belini, presidente da Anfavea, é verdade que a produção aumentou, mas agora ela está distribuída em mais de 20 empresas, de modo que a escala continua baixa. Ele elegeu um novo patamar para que o volume possa propiciar uma redução do preço final: cinco milhões de carros.












Ananindeua elege Conselho de Meio Ambiente

Na manhã de ontem, no Parque Ambiental “Antônio Danúbio”, a Prefeitura de Ananindeua, por meio da Secretaria de Meio Ambiente realizou a eleição do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam). O conselho foi formado por 17 membros que terão a missão de deliberar, fiscalizar e discutir a criação de novas políticas públicas voltadas para o setor.

Dos 17 representantes, três vagas foram destinadas às organizações não-governamentais ambientalistas, três para entidades comunitárias, quatro para entidades de classe, duas para entidades técnico-científicas e cinco para o poder executivo.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Rui Begot, a formação do conselho é uma das soluções para as questões ambientais do município. “Nossa meta é fortalecer a participação da população no que diz respeito à elaboração e fiscalização de políticas públicas de meio ambiente em nossa cidade”, explicou.

O Comam é um órgão colegiado de participação direta da sociedade civil, de caráter consultivo, deliberativo e normativo, criado por Lei, com o objetivo de formular, controlar, acompanhar e fiscalizar a Política do Meio Ambiente do Município de Ananindeua.

Chicão e Jatene inspecionam obras em rodovias paraenses


O governador Simão Jatene, o vice-governador Helenison Ponte e o secretário de Estado de Transportes, Francisco Melo (Chicão), percorreram uma trecho da PA-443, que fica na região oeste do Pará e está sendo pavimentada pela Setran para facilitar o acesso ao balneário de Aramanarí, distrito de Belterra, muito procurado por veranistas.

A PA-443 que vai da BR-163 até o distrito, numa extensão de 12 quilômetros, deverá estar pronta no mês de setembro, quando efetivamente acontece o veraneio naquela região, durante o período do estio do Tapajós, quando as águas baixam revelando as belas praias de Aramanaraí e Maguarí, em Belterra.

Para garantir o acesso dos motoristas a esses dois recantos naturais, a Setran preparou a PA-457 e vai sinalizar e limpar as laterais da rodovia, que liga a localidade aos balneários de Ponta de Pedras, Carapanarí, Pajuçara, Alter do Chão e Pindobal.

Depois de inspecionar as obras, a comitiva do governador seguiu para a PA-431, que liga a antiga vila de Mojuí dos Campos, hoje em processo de emancipação, à BR-163. Na cidade O governador autorizou a reconstrução total da ponte sobre o rio Mojuí, que corta a PA-445 ainda na área urbana, danificada por uma grande enxurrada no período chuvoso.

PT pede que Procuradoria investigue Mário Couto

O diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) quer que a Procuradoria Geral da República apure a suposta participação do senador tucano Mário Couto nas fraudes a licitações na Assembleia Legislativa do Pará (AL). Seis pessoas, incluindo o ex-diretor financeiro da AL, Sérgio Duboc, foram denunciadas pelo Ministério Público Estadual, que pede que elas sejam processadas pelos crimes de formação de quadrilha, peculato, falsificação de documentos e fraude à licitação.

O dia de São Pedro


Segundo a bíblia sagrada, antes de ser batizado, Pedro se chamava Simão e trabalhava como pescador.

Um dia Jesus pediu sua barca para falar a uma multidão de pessoas, na Galileia. Após voltar, disse a Pedro que pescasse em mar mais profundo. Como Pedro acreditava nas palavras de Jesus, tentou uma nova pesca, sendo abençoado com uma grande quantidade de peixes.

Após o batismo seu nome foi trocado, escolhido por Jesus, como Kepha, de origem aramaica, que significa pedra, rocha. Traduzindo-o para o grego ou para o latim, temos petrus, o mesmo que Pedro.

Simão tinha o sonho de seguir os ensinamentos de Jesus, tornando-se um de seus apóstolos mais importantes. Ao fazer a escolha, Jesus disse: "És Pedro! E sobre esta rocha construirei minha Igreja".

Escolhido como o líder dos apóstolos, criou mais tarde a comunidade cristã de Roma, vindo a se tornar o primeiro papa da Igreja Católica.

Daí vem as crendices populares de que São Pedro ganhou as chaves do céu por ter sido escolhido como líder e, quando chove muito, dizemos que está lavando o céu. Ou ainda que para entrar no céu precisamos ganhar autorização de São Pedro.

Na igreja católica, no dia de São Pedro é feita uma comemoração com uma grande festa junina. Nesta acontecem várias queimas de fogos com danças e muitas comidas típicas.

São Pedro é considerado o mais sério dos três santos juninos. Dizem que santo Antônio é o santo casamenteiro, mas é no dia de São Pedro que se escolhe o melhor pretendente

segunda-feira, 27 de junho de 2011

domingo, 26 de junho de 2011

IFPA REALIZA VESTIBULAR EM ANANINDEUA

Estão abertas as inscrições para o concurso vestibular 2011, segundo semestre, do Instituto Federal do Pará (IFPA). No polo de Ananindeua, são ofertadas 50 vagas para Técnico em Informática, 50 para Técnico em Metalurgia e 50 para Técnico em Saneamento.

Os interessados poderão se inscrever até as 20:00 horas do dia primeiro de Julho, pelo site www.ead.ifpa.edu.br, pagandoa taxa de R$30,00 (trinta reais).

A única prova classificatória terá 40 questões objetivas de Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Física, Química e Biologia.

A Prefeitura de Ananindeua, através da Secretaria de Educação, mantém convênio com o IFPA, proporcionando a realização dos cursos que duram um ano e meio.